Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

23.08.15

N A D A


  Meu sentimento é de nada! Nada... e nada acontece. E o nada, que o tudo traz, tira-lhe a esperança e a paz e em desespero fenece como lamparina sem luz, que a noite fria reduz a sombra negra, calada.   Meu sentimento é de nada! Nada mais, que tudo é nada!   Em 20.Ago.2015 PC  
20.01.10

Nu e só


Faltas-me tu e sinto este nó vazio de estar nu ausente de estar só teu olhar eu procuro na ausência feroz... esbarro no eco duro que ficou da tua voz tua mão dizendo adeus teu corpo todo tremendo e um beijo solto nos céus que solto se foi perdendo aquela lágrima bravia a cavar a tua face e eu calando a agonia na sombra do desenlace estou tão só calado e nu a remoer a saudade daninho o medo o dó gri (...)
28.07.09

A outra face


  Fustigo com beijos as lágrimas que escorrem pelas tuas faces desérticas e semeio um sorriso na sombra das rugas que irrompem do chão do teu rosto.   Enlaço-te num abraço e com a força de um déspota subtraio do teu ser a moldura da solidão tenebrosa que te agasalha.   E quando fico só enfrento a planura do espelho e vejo reflectida a sombra do que sou... E já não sobram beijos que me lavem o rosto, nem sorrisos que aplanem minhas rugas, ou abraços que (...)