Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

22.12.09

Dores que o Natal carrega


Carrego as palavras como anjos de algodão desnudados da vergonha ou da ingratidão   arrasto à força desejos de paz e bem querer como se todo o futuro não fosse acontecer   repito sem cessar este grito de revolta por tudo quanto doi e anda por aí à solta   afago o olhar mortiço dos putos da rua toda é que neles perdeu o viço a festa, o riso, a boda!   e evito a voz amarga dum velho da beira rua que se crava como adaga em (...)
08.06.09

Sem-Abrigo


  Mais do que as vestes, Eu vejo as mãos trémulas… Mais do que o corpo, Eu procuro escutar a alma… Mais do que os passos, Eu fixo os contornos da sombra… Mais do que as palavras, Eu perscruto o silêncio…   Enquanto isso as lágrimas Cavam sulcos silenciosos De dor E sofrimento no teu rosto E inundam o meu tempo De revolta…   E adormeço de mãos vazias A ensaiar vontades Que o tempo doma E torna submissas.   Diz-me tu que tanto sabes das ruas E (...)