Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

06.03.10

A morte dos pássaros


  Sabes porque morrem os pássaros?   Porque na orla dos rios os nenúfares recusam espelhar-se nas águas correntes e os chorões se desnudam de sombra no pico da primavera quando o sol se apaixona pela paleta de cores dos campos verdes onde cresce o malmequer, a papoila e o azevém.   Morrem de tristeza pendurados no cimo de campanários calados na vã espera dum trinado que lhes aqueça a alma e os acorde para os dias claros do tempo do (...)
03.03.10

Das flores e dos pássaros...


Sobram as flores nas tardes estivais e os pássaros mortos na orla do infinito têm olhares sonâmbulos de adivinhos sem aura. Perco a viagem sem destino e agarro nas mãos trémulas os pedaços de tempo perdido como fios de água imprecisa com sabor a inquietação. Recuso o assombro e espanto as núvens no vértice da manhã a lavrar erros e dúvidas e a esconjurar artificios qual espadachim do Demo. Não me venço, dando-me por vencido! Persisto na busca da (...)