Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

05.10.09

Vale a pena (sempre)


  No prolongamento do sonho Lanço papagaios de papel Presos por fios de futuro Coloridos, quais arco-íris, Que forjam a ponte suspensa Na abóbada do horizonte Plúmbeo! Algures um silvo agudo, Um sinal, uma mancha, Uma espécie de aguarela Alastrando no espelho celeste, Define os contornos da loucura Que inunda os dias repetidos E austeros! Jamais o nunca definitivo, Ainda que recuses a radical Ousadia do não ou do sim E busques na intermitência Das palavras nuas e (...)
15.05.08

Crença


  Quando num espaço de silêncio Elevares teus olhos E buscares dentro de ti A clausura das palavras, A grandeza das coisas simples Ou a redonda gravidez da existência,   Terás deus por perto E sentir-ás comensal no seu banquete!   Ainda que lhe chames Buda, Ou o apelides de Alá, Ou te inclines perante Javé ou Jeová, Ou te assombre o legado da Trindade - Pai, Filho e Espírito Santo...   É (...)