Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

26.11.09

Rei Sol


Framboesa magenta

azul e lilás

voragem cinzenta

num voo fugaz

 

acorda-se o dia

na aurora fulgente

escondendo a fria

noite pungente

 

cresce sibilino

alcandorando-se altivo

como arrogante inquilino

do celeste cativo

 

derrama sem lei

o que a lei não domina

portentoso rei

que tudo ilumina

 

e por milénios quedo

mas avesso à clausura

percorre em segredo

o dia todo e a noite escura

 

e quando o sonho se abeira

no sono dos vivos

ele vai sem canseira

com seus raios altivos

 

dar luz à cegueira

e libertar os prostrados

os sem eira nem beira

os desterrados

 

coado que seja

pelo manto nublado

é ele que se almeja

no Inverno cerrado

 

altares de ofício

são os cumes serranos

aras de sacrifício

levantai oh humanos

 

que aquele que explode

em tão constante explosão

é a vida que a vida sacode

e merece vossa atenção!

 

 

by Paulo César, em 25.Nov.2009, pelas 20h00

 

1 comentário

Comentar post