Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

29.07.09

No teu colo


No teu colo, 

Baía de serenidade, 

Anestesio a alma 

E embalo o sonho 

Que me leva às terras 

Do amanhecer 

Onde as fragrâncias têm nomes 

Fartos e belos 

Como o campo lavrado 

Dos teus cabelos.

 

Adormeço sobre o manto

Suave do teu olhar 

E quando acordo 

O sol espraia-se 

Como o teu corpo no meu 

Quando os beijos sabem 

A nu 

E a pele se constrange 

Na premência do toque.

E como sempre, o meu corpo

é a extensão do teu

na fusão da loucura

que incendeia a vertigem

do tempo e do desejo.


 

by Paulo César, em 24.Abr.2008, pelas 14h50

 

1 comentário

Comentar post