Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

06.03.09

PARA SEMPRE E ETERNAMENTE


 

Por perto há o silêncio,

Só o silêncio,

E uma quase ausência,

Como o abandono de quem parte

E deixa todos os lugares vazios

Tão cheios da sua presença

Omnipresente.

 

Algures vagueia a minha emoção

Ao encontro dos lugares

Onde se fundem as imagens

E se erguem mapas de viagens

Que nunca fizemos,

Porque o tempo fugiu de nós

Sem aviso.

 

Quando te encontrar por aí,

Havemos de rasgar as amarras

Que asfixiam o sonho

E nesse dia, ainda que tarde a hora,

Saberemos dizer tudo,

Mesmo que nas entrelinhas dum abraço

Ou nos fiapos imperceptíveis do olhar.

 

by Paulo César, em 06.Mar.09, pelas 18h00