Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

23.05.08

Post Scriptum


 

Podia dizer que estás na ternura e na beleza dos 50, mas não o vou fazer! Não o faço porque toda a tua atitude enquanto homem e pai é pautada pela ternura de actos e palavras e pela beleza como ser humano! Espero ter-te pelo menos durante mais 50 anos! Parabéns, pai! Tem um dia à tua semelhança! Beijo.”  Vitor Hugo, 15-11-2007, 00h12,24

 

 

Como dizer obrigado

Se as palavras me faltam,

Se a verdade dos sentidos é intraduzível

Na soma de vogais e consoantes,

Se a grandeza dos sentimentos

Subjuga a redundante pequenez

Dum qualquer discurso elaborado

Ou de ocasião?

 

Algures um eco ressoa

Na vastidão do tempo

E o cansaço que sobrevier

Há-de ser, à míngua de espaço,

Um passo mais em direcção ao futuro.

 

Seremos então, lado a lado,

A sombra do outro

Na imensidão da saudade.

E nada será como sonhámos,

Porque o real será mais sólido

E mais veemente.

 

É do crer que a obra nasce!

É do porfiar que a vida acontece!

É do amor que tudo flui!

 

by Paulo César, em 19.Maio.2008, pelas 21h30 (Fertagus)