Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

No Chão d'Água...

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? (Álvaro de Campos)

25.04.07

Tanto futuro





Foram tantos braços ao alto,
tantas mãos fazendo V,
tantas gargantas abertas
lançando gritos ao céu.

Tantos olhos rasos, rasos,
duma alegria incontida,
tantos passos sem canseira
no trilho novo da vida.

Tantas cantigas cantadas
como um clamor de vitória,
tantas ruas, tantas estradas
que nos levaram à glória.

Tantos medos que ficaram
pelas esquinas libertas,
tantas portas aferrolhadas
que passaram a estar abertas.

Tantas palavras nascidas
do novo tempo de ser
português de corpo e alma
neste país  a renascer.

Tantos dias  que nasceram
depois de noites e dias
em que tudo aconteceu
numa sucessão de magias

Tantos sonhos, doces, doces,
como se sonhar já fosse
uma nova forma de estar...

Tanto futuro a brotar
das vontades, das ideias,
que as ruas andavam cheias

desses futuros audazes...
E passados que foram os anos
será que fomos capazes
de evitar novos enganos?

by Paulo César, em 25.Abril.2007, pelas 20h00