Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006
Farrapos... (III)

Um projecto... Mas que projecto?

Sempre me tenho afirmado como algo de novo, renovado em cada dia, esperançado sempre, lutador de todas as horas.

Tem o tempo pesado forjado em mim uma raiva crescente e sempre mais felina. E o que ontem me parecia menos mau é, hoje, horrendo. Quero seguir livre e sinto-me agrilhoado. Procuro afirmar-me como sou e confronto-me, em cada dia, em cada instante, com a desmedida influência dum ambiente a que não consigo fugir e a que não sou totalmente estranho. Amo a vida num sonho de dimensões e propósitos invulgares, mas detesto o meu próprio caminhar por entre a gente, feito tantas e amiudadas vezes duma dor sem precedentes, que não sei se escondo dos olhos que me vislumbram, sei lá com que encanto, dizendo-me:

"Tu és diferente e bom!"

Sim! Mas diferente e bom é tão pouco para quem se entrega em troca de quase nada e mastiga, nas ocasiões angustiantes, uma solidão feita de espadas, que trespassam a alma, aniquilam o coração e transformam o corpo num monte de ossadas esqueléticas, sem vontade nem querer...

Não! Não é a solidão fruto do abandono dos outros; é a terrível solidão de procurar em mim e nada encontrar de palpável. Tudo é escuro e o traço dominante na essência do meu ser, nessas alturas, é um esquemático e rígido projecto, acarinhado com fervor e amado com loucura.

Talvez por isso eu sei que sou nada mais que um projecto!

Mas que projecto?...

 

 

By Paulo César, em 16.Jan.1981

  


Palavras chave: ,

publicado por Paulo César às 05:01
link do post | comentar | Adicionar às escolhas
|

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Sobre mim
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

A morte verdadeira

O NATAL POSSÍVEL

N A D A

A melhor maneira de amar,...

Amor platónico

Do alto da minha janela

Só por amor

As minhas asas

Alter ego

Talvez...

Arquivos
Palavras chave

25 abril(3)

alegria(5)

amizade(4)

amor(32)

Análise(3)

angustia(3)

asas(5)

busca(14)

desejo(5)

dor(4)

esperança(9)

eu(5)

futuro(6)

gratidão(10)

grito(5)

homem(4)

interrogação(4)

introspecção(8)

liberdade(11)

luta(3)

luz(4)

memória(7)

morte(5)

murmúrio(6)

natal(3)

natureza(4)

olhar(3)

paixão(7)

palavras(10)

passado(3)

paz(4)

poema(5)

poemas(35)

poesia(148)

saudade(17)

sentimentos(3)

silêncio(10)

sonho(21)

terra(4)

vida(5)

todas as tags

Ligações
Participar

Participe neste blog

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds