Quinta-feira, 20 de Maio de 2010
Negação...

Nego-me quando digo sim...

e invento um sorriso

para dizer futuro

e ganhar asas de subir

aos confins do infinito

e descobrir uma nova

estrela

mais brilhante ainda

que o teu olhar doce.

 

Nego-me para afirmar

as palavras que guardo

no esconso do meu sentir

de modo que possa saber sempre

quanta distância existe

entre o teu sorriso

brilhante

e o meu olhar ausente.

 

Nego-me quando te beijo!

E às vezes quando te amo!

E tantas outras quando penso

que é negando que me dou

sem medo de me afirmar

teu!

 

by PC, em 20.Mai.2010, pelas 20h30


Palavras chave: , , , ,

publicado por Paulo César às 20:23
link do post | comentar | Adicionar às escolhas
|

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Sobre mim
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

A morte verdadeira

O NATAL POSSÍVEL

N A D A

A melhor maneira de amar,...

Amor platónico

Do alto da minha janela

Só por amor

As minhas asas

Alter ego

Talvez...

Arquivos
Palavras chave

25 abril(3)

alegria(5)

amizade(4)

amor(32)

Análise(3)

angustia(3)

asas(5)

busca(14)

desejo(5)

dor(4)

esperança(9)

eu(5)

futuro(6)

gratidão(10)

grito(5)

homem(4)

interrogação(4)

introspecção(8)

liberdade(11)

luta(3)

luz(4)

memória(7)

morte(5)

murmúrio(6)

natal(3)

natureza(4)

olhar(3)

paixão(7)

palavras(10)

passado(3)

paz(4)

poema(5)

poemas(35)

poesia(148)

saudade(17)

sentimentos(3)

silêncio(10)

sonho(21)

terra(4)

vida(5)

todas as tags

Ligações
Participar

Participe neste blog

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds