Sábado, 6 de Março de 2010
A morte dos pássaros

 

Sabes porque morrem os pássaros?

 

Porque na orla dos rios

os nenúfares recusam

espelhar-se nas águas correntes

e os chorões se desnudam de sombra

no pico da primavera

quando o sol se apaixona

pela paleta de cores

dos campos verdes

onde cresce o malmequer,

a papoila

e o azevém.

 

Morrem de tristeza

pendurados no cimo de campanários

calados

na vã espera dum trinado

que lhes aqueça a alma

e os acorde para os dias claros

do tempo do recomeço!

 

Morrem, porque lhes faltam

o amor

e os ninhos

e a saudade se revela

na diabólica invenção

de cada novo dia!

 

Morrem, simplesmente

nas gaiolas douradas

em que os prendes

querendo que, libertinos,

te inundem de chilreios!

 

Morrem,

porque tu os matas!

 

by Paulo César, em 06.Mar.2010, pelas 17h00


sinto-me: tristonho
Palavras chave: , , ,

publicado por Paulo César às 17:06
link do post | comentar | Adicionar às escolhas
|

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Sobre mim
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

A morte verdadeira

O NATAL POSSÍVEL

N A D A

A melhor maneira de amar,...

Amor platónico

Do alto da minha janela

Só por amor

As minhas asas

Alter ego

Talvez...

Arquivos
Palavras chave

25 abril(3)

alegria(5)

amizade(4)

amor(32)

Análise(3)

angustia(3)

asas(5)

busca(14)

desejo(5)

dor(4)

esperança(9)

eu(5)

futuro(6)

gratidão(10)

grito(5)

homem(4)

interrogação(4)

introspecção(8)

liberdade(11)

luta(3)

luz(4)

memória(7)

morte(5)

murmúrio(6)

natal(3)

natureza(4)

olhar(3)

paixão(7)

palavras(10)

passado(3)

paz(4)

poema(5)

poemas(35)

poesia(148)

saudade(17)

sentimentos(3)

silêncio(10)

sonho(21)

terra(4)

vida(5)

todas as tags

Ligações
Participar

Participe neste blog

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds