Domingo, 7 de Junho de 2009
Memórias da memória

 

Nas lodosas manhãs
Acordo da clausura
Da diáspora
E lanço âncora
Ao rés da maré vasa,
Quando a lua se despede
Com um beijo
E o sol se ergue
Majestoso
Nos escaparates do oriente.
 
Vagueio entre mudo e nu
Ao encontro das palavras
Estremunhadas e famintas
E descubro na água corrente
Temperada do duche matinal
As fragrâncias aferrolhadas
Dos campos que já não são,
Dos tempos que já foram,
Da vida que passou por aqui
E deixou marcas e marcos
Que dividem em talhões
E parcelas
O antes, o agora e o depois.
 
E uma melodia repetitiva
Invade-me por dentro e por fora
Impelindo-me a trautear
Maquinal e desajeitadamente
Palavras que arrastam memórias
E memórias que devolvem momentos
Tão presentes como se fossem novos,
Tão vivos como se fossem outros,
Sendo aqueles que já foram.
 
Há odores que sobressaiem
Das imagens dos sonhos;
Há cores que se sobrepõem
Ao colorido dos dias;
Há pessoas que retomam os seus lugares
Em cenários surreais,
Assumindo o protagonismo
Que o tempo fez esmorecer.
 
E no entanto o que já não é
Ainda continua a ser,
Quando nas lodosas manhãs
Acordo da clausura
Da diáspora
Para me assumir por inteiro
Actor duma peça em capítulos,
Cujas palavras esdrúxulas
Se perfilam imponentes,
Sem autoria definida…
 
Basta ser
E o mais é por si mesmo!
 
 
by Paulo César, em 14.Jul.2008, pelas 23h00

Palavras chave: , ,

publicado por Paulo César às 15:10
link do post | comentar | Adicionar às escolhas
|

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Sobre mim
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

A morte verdadeira

O NATAL POSSÍVEL

N A D A

A melhor maneira de amar,...

Amor platónico

Do alto da minha janela

Só por amor

As minhas asas

Alter ego

Talvez...

Arquivos
Palavras chave

25 abril(3)

alegria(5)

amizade(4)

amor(32)

Análise(3)

angustia(3)

asas(5)

busca(14)

desejo(5)

dor(4)

esperança(9)

eu(5)

futuro(6)

gratidão(10)

grito(5)

homem(4)

interrogação(4)

introspecção(8)

liberdade(11)

luta(3)

luz(4)

memória(7)

morte(5)

murmúrio(6)

natal(3)

natureza(4)

olhar(3)

paixão(7)

palavras(10)

passado(3)

paz(4)

poema(5)

poemas(35)

poesia(148)

saudade(17)

sentimentos(3)

silêncio(10)

sonho(21)

terra(4)

vida(5)

todas as tags

Ligações
Participar

Participe neste blog

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds